My Dress Code

"Vestir-se é dizer ao mundo quem é você."(Viviene Westwood)

19 julho, 2013

Minhas dicas de como organizar o guarda roupa na UOL

Semana passada dei mais uma entrevista para o portal UOL.Desta vez, o tema foi super interessante e funcional: dei dicas práticas de como fazer uma bela limpeza no guarda roupa.

Além do apelo nobre de poder ajudar quem necessita, quem doa o que já não usa acaba optando por produções mais acertadas e modernas no dia a dia. Quanto mais peças abarrotando o armário, maior a dificuldade de visualizar o que se tem e de montar combinações interessantes.

Não queira manter peças só porque elas tem um valor sentimental para você, porque custaram caro ou até mesmo porque pretende emagrecer e um dia elas vão servir. Recliclar a energia é fundamental.

O momento certo de arregaçar as mangas e organizar o guarda roupa é agora. Não perca mais tempo!!!

doação de roupa

Veja minha entrevista aqui em primeira mão e acesse o link para mais informações:

http://mulher.uol.com.br/moda/noticias/redacao/2013/07/18/alem-de-ser-boa-acao-doar-roupas-ajuda-a-manter-estilo-impecavel.htm

Já reparou como organizar o guarda roupa reflete em todos os aspectos da vida?

UOL: Como avaliar se a pessoa deve ou não doar aquela roupa? Depois de quanto tempo parada a pessoa deve se desfazer da peça? Como organizar essa faxina?

A maioria de nós, mulheres, tem o guarda-roupa abarrotado e mesmo assim reclama de não ter roupa, não é mesmo? Muitas vezes, a questão é que no meio de tantas coisas, não achamos as peças que queremos e temos dificuldade de visualizar as inúmeras possibilidades de looks. 

Se este é seu caso, está na hora de fazer um bela limpeza no armário!!! Desapego é fundamental. Não queira manter peças só porque elas tem um valor sentimental para você, ou porque custaram caro ou até mesmo porque pretende emagrecer e um dia elas vão servir. Recliclar a energia é fundamental. 

Roupas que no passado vestiam que nem uma luva, hoje talvez não tenham o mesmo caimento. Por isso, para se certificar de que aquela peça sairá definitivamente do guarda-roupa, aconsellho prova-la e avaliar de forma racional no espelho.

Peças escostadas há mais de um ano devem cair fora. Para estimular o processo de desapego, faça um trato com vocês mesma: a cada 15 peças doadas, entrará uma nova!!!

A melhor forma de organizar a faxina é separar em caixas ou em grupos no chão as peças que serão doadas, as que irão para o lixo, as que precisam de ajustes na costureira, as precisam passar, as que irão para lavar, etc. Assim fica mais fácil visualizar o “destino” certo de cada grupo de roupas.  

doação de roupa

UOL: O que é importante avaliar enquanto se olha o guarda-roupas?

Ter o guarda roupa lotado não significa ter boas opcões de looks. Muitas vezes é extamente o contrário. Quanto mais roupa, menos conseguimos visualizar e fazer escolhas interessantes. Roupas pequenas, muito largas, manchadas, rasgadas, com fios puxados, com bolinhas e as que estão encostadas há mais de 1 ano devem ir embora. É importante abrir espaço para o novo. Energia estagnada é atraso de vida!!! 

UOL: Pode se doar roupas íntimas, como sutiãs, calcinhas e biquínis?

Desde que elas estejam impecávelmente limpas e em perfeitas condições de uso, acredito que sim.

UOL: Como avaliar se as cores e estampas da peça ainda estão na moda?

Muitas vezes compramos por impulso roupas muito estampadas ou em cores que não tem nada a ver com nossa personalidade ou que simplesmente não nos favorecem. Se você não usou aquela peça na estação passada, as chances de não usar nas próximas são muito grandes. Por isso deve ser doada. Seja consciente também na hora de comprar e fuja de modismos com prazo de validade que logo irá enjoar.

UOL: Como avaliar se a peça ainda está boa e pode ser reaproveitada por outra pessoa?

Peças rasgadas e muito machadas devem ir imediatamente para o lixo. Doe somente as que estiverem em condições de serem reaproveitadas por outras pessoas.   

UOL: Muitas mulheres costumam guardar a roupa que ficou pequena por achar que um dia ainda vai servir novamente. Como avaliar se está na hora de se desfazer dessa peça?

Se está muito acima do peso não guarde roupas da época que elas ainda serviam. Muitas pessoas pensam que isso pode ser um estimulo para chegar no manequim dos sonhos, quando na verdade é uma bobagem. O corpo muda, a moda passa e nosso interior se transforma com o passar do tempo. Quando chegar ao peso ideal, se presenteie com peças novas!!!

UOL: O que normalmente as pessoas se esquecem de descartar nessas grandes faxinas anuais e que ficam anos e anos ocupando espaço?

Sapatos e bolsas oculpam muito espaço no guarda roupa e costumam ser mais dificeis de se desapegar. 

UOL: Quais são os melhores caminhos para escolher para onde doar?

Em um país cheio de desigualdade social como o nosso, é sempre muito importante ajudar quem necessita, mesmo se isso for um simples gesto como doar roupas. Peças que não tem mais utilidade para você podem ser reaproveitadas por pessoas que não tem condições de comprar. 

Doe para pessoas mais humildes que convivem perto de você ou para instituições de caridade, que farão bom uso das roupas e objetos.

Se as peças forem praticamente novas ou de marcas, você pode tentar vende-las em brechós ou através de sites especializados na internet. Organizar um “bazar do desapego’ com as amigas também pode ser uma boa opção para incentiva-las a limpar o guarda-roupa. 

UOL: Quais lugares a pessoa pode entregar essas roupas quer não quer mais?

Instituições de caridade, igrejas e campanhas do agasalho. 

Veja abaixo uma listinha de instituições de confiança, que certamente farão bom uso dos objetos. Muitas delas, inclusive, se prontificam a retirar as doações em casa. Mais fácil, impossível!!!
APAE de São Paulo
A instituição atende pessoas com deficiência intelectual
Como doar: retira em casa (a partir de seis sacos grandes)
Telefone: (11) 5080-7123
Mais informações: www.apaesp.org.br
Casas André Luiz
Atende crianças com deficiência intelectual
Como doar: retira doações nas cidades de São Paulo, Campinas e Sorocaba
Telefones: (11) 2459-7000 ou 0800 773 4066
Mais informações: www.mercatudo.org.br
AACD
Atende crianças com deficiência física
Como doar: os produtos devem ser entregues nas unidades da AACD espalhadas por diversas regiões do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). No estado de São Paulo, as doações podem ser deixadas na sede, localizada na Rua Pedro de Toledo, 1.620, Vila Clementino. De segunda a sexta-feira, das 8h às 16h
Telefones: (11) 5576-0890 ou 5576-0537
Mais informações: www.aacd.org.br
Lar Escola São Francisco
Atende pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida
Como doar: retira doações em casa, nas regiões sul e central da cidade de São Paulo. Os produtos também podem ser entregues na instituição, que fica à Rua França Pinto, 783, Vila Mariana/SP. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Aos sábado, das 9h às 15h
Telefone: (11) 5908-7899
Mais informações: www.lesf.org.br ou www.larescola.com.br
Exército da Salvação
Presta auxílio às populações atingidas por desastres naturais e vítimas de conflitos
Como doar: retira doações na região metropolitana de São Paulo, na cidade do Rio de Janeiro, em Joinville e em Brasília
Telefones: (11) 4003-2299 ou (21) 4003-2299
Mais informações: www.exercitodoacoes.org.br
Fundação ABRINQ
Desenvolve ações e projetos relacionados à proteção dos direitos da infância e da adolescência. Recebe doações e as encaminha para as organizações parceiras, presentes nas cinco regiões brasileiras e no Distrito Federal
Como doar: retira em casa
Telefone: (11) 3848-5923
Mais informações: www.fundabrinq.org.br
Casa Hope
Atende crianças com câncer
Como doar: retira em casa, apenas em São Paulo. As doações também podem ser entregues na instituição, que fica à Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 918, Vila Mariana/SP. De segunda a sexta-feira, das 10h às 16h30
Telefone: (11) 5084-7111
Mais informações: www.hope.org.br
Tags:

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 Comentário:Minhas dicas de como organizar o guarda roupa na UOL

  1. Claude Q. Harrison

    Uma das melhores lições – entre tantas ótimas – do livro “Essencial”, de Costanza Pascolato, é a do desapego: “Você pode guardar duas ou três peças por valor afetivo. Digamos quatro, no máximo. Mas se as peças são incontestavelmente passado – e não apenas seu, mas passado do mundo -, nem pense em guardá-las até a próxima arrumação de armário”.

  2. Jeniffer

    Ótimas dicas, como sempre!

    • Isa - My Dress Code

      Que bom que vc gostou Jennifer 🙂
      Beijao

  3. Ana Sofia

    Oi Isa! Adoro doar roupas! Me faz me sentir bem e ainda “abre espaço para o novo”. haha Tem algumas peças que são mais difíceis e eu acabo guardando mesmo pequenas, velhas… mas com o tempo eu crio coragem!
    beijos

    • Isa - My Dress Code

      Doar roupas é um ótimo exercicio de desapego, Ana. Vá em frente!!!
      Beijossss

  4. Claus

    A cada 6 meses eu faço isso no meu guarda roupa,e tenho esse problema da roupa que pode vir a “servir” quando eu emagrecer.Mas ando trabalhando isso em mim e graças a Deus eu tenho me desapegado de muitas roupas,apesar de que algumas já voltaram a servir. Realmente é muito importante essa questão,pois além de doar para quem realmente precisa,você ainda renova e limpa seu closet. Gostei demais desse post,parabéns. Bjoss

    • Isa - My Dress Code

      As vezes da muita preguiça de começar, mas depois a sensação é tão boa que compensa, não é mesmo Claus?
      Eu também procuro fazer uma limpeza no meu closet a cada 6 meses.
      Beijao

  5. Helena

    Isa, para vc ter uma ideia…Quando vi Os Delírios de Consumo de Becky Bloom me identifiquei na hora com o filme!!! Por que será, né?! rs…
    Esse post é perfeito para mim, estava mesmo precisando de umas super dicas assim. Estou com muita vontade e criei ânimo para entrar em ação rapidamente, talvez, hoje mesmo! Adorei a frase “Reciclar a energia é fundamental”…Parabéns pela entrevista!
    Bjs

    • Isa - My Dress Code

      Que mulher não se identifica com esse filme, né Helena? Rsrsrsrs
      Fico feliz de saber que eu te animei para colocar a mão na massa e recliclar a energia.
      Beijosssss

  6. Marcela Lago

    Acho ótimo qm além de conseguir organizar o guarda roupa, manté-lo em ordem… EU definitivamente não consigo!!! Com duas crianças dentro de casa (de 6 e 4) fica praticamente impossível!!! rs…